TecMundo

Descubra e aprenda tudo sobre tecnologia
  1. Twitter pode vir a ter seu próprio recurso para postar temporariamente imagens e vídeos, graças à aquisição da Chroma Labs, empresa criadora do Chroma Stories, um editor de fotos e vídeos especificamente para InstagramSnapchat e Facebook Stories.

    A notícia foi compartilhada em um tweet pelo líder de Produtos da plataforma, Kayvon Beykpour, avisando que os funcionários da empresa comprada serão absorvidos pelas divisões de Produtos, Design e Engenharia da rede social.

    Leia mais...

  2. Nicolas Cage se prepara para um trabalho muito peculiar: interpretar a si mesmo em um filme que ainda não tem título nem previsão de estreia. O ator conversou com a Empire sobre o projeto, que deverá ter roteiro e direção de Tom Gormican, e falou sobre como será viver Nicolas Cage no cinema em duas versões: uma mais atual e outra mais jovem.

    "É uma versão estilizada de mim, e o fato de eu ter que me referir a mim mesmo na terceira pessoa me deixa extremamente desconfortável", disse o autor. "Há muitas cenas em que o moderno ou contemporâneo — aqui vamos nós — Nic Cage e o jovem Nic Cage se confrontam, discutindo e brigando. É uma abordagem complicada para atuar".

    Leia mais...

  3. Pesquisadores do MIT (Massachusetts Institute of Technology) propuseram uma nova estratégia para evitar que asteroides se choquem com a Terra. A ideia sugere tentar desviar os corpos celestes antes que eles entrem em rota de colisão com nosso planeta.

    Em 2018, a NASA sugeriu que usar bombas nucleares seria a melhor opção. O conceito gira em torno de uma missão que enviaria uma espaçonave de alta velocidade para levar uma ogiva nuclear até o asteroide que estivesse vindo em nossa direção. A ogiva seria detonada em seguida, na tentativa de tirar o corpo celeste de seu rumo.

    Leia mais...

  4. Um erro cometido na base de dados de consumidores da Microsoft acabou expondo mais de 250 milhões de registros de clientes da companhia. O vazamento continha dados de suporte que não permitem a identificação do usuário, mas, ainda assim, podem ser utilizados para outros golpes, caso tenham caído em mãos erradas.

    Segundo explica a empresa de segurança ESET, o vazamento ocorreu no sistema de suporte ao cliente da companhia, que sofreu com uma falha durante 5 e 31 de dezembro do ano passado. Os mais de 250 milhões de registros expostos contavam com conversas entre clientes e a equipe da Microsoft, que ocorreram entre 2005 e 2019.

    Leia mais...

  5. Spotify começou a liberar as letras de músicas para vários usuários da versão beta do aplicativo, nas versões para Android e iOS, de acordo com o Android Police, adicionando um recurso bastante solicitado pelos assinantes do serviço de streaming.

    A função chegou a ser testada com uma pequena base de usuários em novembro passado, mas agora a novidade está sendo liberada gradualmente para quem tem o Spotify beta no celular, trazendo as letras das canções fornecidas pelo Musixmatch, plataforma que possui uma das maiores coleções de letras do mundo.

    Leia mais...